Mudanças no Instagram e como elas nos afetam

Não é de hoje que as mudanças no Instagram estão sendo notadas. Seja com maior quantidade de filtros, figurinhas, avatar, ferramentas para compras e até uma integração direta com links de sites e do WhatsApp.

Mesmo sendo um sucesso em todo mundo, com mais de 1,2 bilhão de usuários, o Instagram está sempre se reinventando e trazendo novidades aos que o utilizam. 

Uma das mais recentes foi a possibilidade de fixar 3 posts no topo do feed. A mudança ocorreu também os Reels, que agora podem ser criados com tempos maiores, chegando a até 90 segundos.

Mas as mudanças não pararam por aí. A Meta, empresa detentora do Instagram vem testando outras variações de feed, e há quem diga que o engajamento teve uma forte queda com esse novo formato.

Entre as novidades, a que mais chamou a atenção e foi alvo de várias críticas foi a mudança no visual do feed. Que em algumas contas passou a ser semelhante ao da rede social “TikTok”.

Os vídeos postados no Instagram tem bons números de entrega e engajamento, mas o que os usuários não aprovaram foi a enorme semelhança com o outro aplicativo. Já que ele foi originalmente pensado para fotos, e não vídeos.

Famosas como as irmãs Kim Kardashian e Kylie Jenner demonstram publicamente toda sua insatisfação com as mudanças. E em meio às inúmeras críticas, o chefe do Instagram Adam Mosseri se manifestou dizendo que as mudanças seguirão nesse caminho: uma plataforma cada vez mais focada em vídeos!

Porém, após alguns dias as reivindicações parecem ter surtido efeito, e o Instagram voltou atrás em suas alterações. Adam não deu muitos detalhes, mas disse em entrevista que o aplicativo irá “dar um grande passo para trás e se reagrupar”.

Como essas mudanças nos afetam:

Muitas pessoas usam o Instagram como ferramenta de trabalho. Vendem, compram, fazem negócios e por isso essas mudanças podem afetar em muito a nossa vida.

Seja você produtor de conteúdo ou espectador dessa rede social, essas mudanças poderão te afetar. Por exemplo, uma atualização recente nos Stories deixava-os de forma agrupada, e o usuário escolhia se queria ou não “ver mais” daquele conteúdo.

Para quem produz conteúdo e faz negócios, essa funcionalidade pode afetar o engajamento com seu público. Já que o usuário precisaria fazer uma outra ação para continuar assistindo a sequência de Stories, o que poderia levá-lo a abandonar os vídeos.

E para quem consome o conteúdo há também pontos negativos. Isso porque os conteúdos das contas que se tem interesse ficariam “ocultos”, podendo assim fazer o usuário perder conteúdos importantes. 

Se você é empresária do ramo da moda, proprietária de loja ou sonha em trabalhar nessas áreas, temos alguns cursos incríveis para te indicar, no Passaporte Fashionista Academy. Com professoras super experientes e um certificado internacional ao final deles.


E então Fashionista, o que achou dessas mudanças e desse “passo para trás” do Instagram? Você utiliza mais as redes sociais para ver vídeos ou fotos?

No Instagram do Passaporte Fashionista temos de tudo um pouco: vídeos, fotos, Stories. Isso sem falar nos conteúdos super atuais sobre moda, tendências, estilo e é claro, dicas exclusivas de Paris. 

Deixe um comentário